Produtor

Estudo de caso: certificação participativa

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 11 de março de 2017.
Foto: Diego Vara / Agencia RBS

Estudo da IFOAM, Federação Internacional dos Movimentos de Agricultura Orgânica,  apresenta casos de empresas de certificação participativa. A Rede Ecovida, do Brasil, um dos casos apresentados, surge do trabalho de ONGs e de organizações de agricultores no Sul do Brasil, que há mais de 30 anos desenvolvem experiências concretas de organização social, produção e comercialização de alimentos sem agroquímicos sob princípios de respeito ao meio ambiente, de solidariedade, cooperação, resgate da cultura local e de valorização das pessoas e da vida.

Conforme a regulação vigente:

“A certificação é o procedimento pelo qual uma terceira parte, independente, assegura, por escrito, que um produto, processo ou serviço obedece a determinados requisitos, através da emissão de um certificado. Esse certificado representa uma garantia de que o produto, processo ou serviço é diferenciado dos demais (…) As agências certificadoras precisam ser credenciadas por um órgão autorizado que reconheça formalmente que uma pessoa ou organização tem competência para desenvolver determinados procedimentos técnicos de fiscalização da produção”.

Veja a publicação completa em inglês: 

https://issuu.com/organicsnet/docs/estudos_de_caso_ecovida

Veja outras matérias similares:

Processo de certificação Rede Ecovida

Redes participativas impulsionam setor de orgânicos no Brasil

 

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.