Consumidor

Multinacionais de alimentos perdem mercado e procuram inovar

Multinacionais de alimentos perdem mercado e procuram inovar

As multinacionais de alimentos reduziram em seus produtos a presença de açúcar, sódio, gorduras, conservantes, aspartame, entre outros ingredientes considerados nocivos à saúde. Mas os esforços não pararam por aí. Gigantes como Coca-Cola, Unilever, Pepsico e Kellogg fizeram aquisições para ampliar a oferta de produtos considerados mais saudáveis.

Especialistas divergem sobre os “benefícios” dos alimentos transgênicos

Especialistas divergem sobre os “benefícios” dos alimentos transgênicos

Segundo o engenheiro agrônomo e ex-coordenador de Agroecologia (Coagre) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Rogério Pereira Dias, não há um consenso científico em relação aos riscos do consumo dos transgênicos. Ele prega o princípio da precaução. “Não acho que a sociedade deva ser cobaia num processo em que fica claro que o uso dessa tecnologia tem como objetivo principal o lucro para algumas empresas que passaram a poder ‘patentear’ as suas sementes e criar reservas de mercado ao associarem as sementes aos agrotóxicos produzidos por elas mesmas”, afirma.

Venda de orgânicos aumenta em supermercados

Venda de orgânicos aumenta em supermercados

O grupo varejista francês Casino, dono das bandeiras Pão de Açúcar e Extra, vendeu 26% mais produtos orgânicos e ecologicamente corretos em suas 12.271 lojas em todo o mundo, em 2017. De acordo com pesquisa feita pelo Conselho Brasileiro de Produção Orgânica e Sustentável (Organis), os supermercados são o principal canal de vendas desses produtos no Brasil.

Korin decide ampliar foco dos negócios

Korin decide ampliar foco dos negócios

Com faturamento de R$ 140 milhões em 2017, a empresa dá os primeiros passos para ir além do nicho de alimentação saudável e se tornar uma empresa de agricultura natural.

Para conquistar mais espaço, Korin investe em novos produtos

Para conquistar mais espaço, Korin investe em novos produtos

A pecuária orgânica e sustentável é o segundo principal produto da empresa brasileira Korin, seguido de ovos orgânicos e de galinhas criadas fora de gaiolas. Agora, a empresa passa a investir em novos produtos saudáveis para atrair consumidores.

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.