Produtor

Embrapa aprova projeto “Observatório do Leite Orgânico”

Embrapa aprova projeto “Observatório do Leite Orgânico”

Segundo Fernanda Machado, embora a produção de leite em sistemas orgânicos represente um percentual muito pequeno em relação a produção total de leite, o Brasil apresenta condições técnicas e ambientais para o aumento da oferta de leite e derivados orgânicos.

Cresce a produção orgânica no mundo

Cresce a produção orgânica no mundo

O mercado global de alimentos orgânicos atingiu, em 2019, 106 bilhões de euros. Os Estados Unidos são os lideres do mercado (44,7 bilhões de euros), seguidos pela Alemanha (12,0 bilhões de euros) e a França (11,3 bilhões de euros).

EU: cresce o numero unidades certificadas como orgânicas

EU: cresce o numero unidades certificadas como orgânicas

O objetivo do Programa Orgânico Nacional é proteger a escolha dos consumidores, garantindo a integridade orgânica da fazenda à mesa, para que os consumidores confiem no rótulo orgânico. Uma medida dessa confiança é o crescimento contínuo do número de fazendas e empresas que recebem a certificação orgânica do USDA.

Segmento de orgânicos movimentou R$ 5.8 bilhões em 2020

Segmento de orgânicos movimentou R$ 5.8 bilhões em 2020

O segmento de orgânicos movimentou R$ 5.8 bilhões no Brasil no ano passado, 30% acima do montante de 2019, segundo Cobi Cruz, Diretor da Associação de Promoção dos Orgânicos (Organis). Segundo ele, o avanço mostra algo mais do que apenas um simples salto passageiro no consumo. “O aumento, em si, não chega a ser uma novidade, já que os orgânicos quadruplicaram suas vendas entre 2003 e 2017 e cresceram 15% em 2019”, disse.  

Cerca de 70% dos cinco milhões de propriedades rurais no Brasil não têm conectividade

Cerca de 70% dos cinco milhões de propriedades rurais no Brasil não têm conectividade

“Há um déficit muito grande de conectividade. Cerca de 97% dos agricultores e gestores do campo têm celulares, quase 90% têm smartphones, mas somente isso não basta. Se queremos informação em tempo real, precisamos de conectividade”, alertou o o professor Anderson Amendoeira Namen, doutor em Engenharia de Sistemas pela Coppe/UFRJ e engenheiro de computação pela PUC-RJ.

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.