Consumidor de Orgânicos

2013: aumentam produtores orgânicos no Brasil

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 4 de fevereiro de 2014.

 

foto: CI Orgânicos

Segundo dados do Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos do Ministério da Agricultura, em 2013, o saldo para a agricultura orgânica foi positivo. O número de organismos avaliadores de conformidade do setor mais que dobrou e o montante de produtores e unidades produtivas teve um aumento de 22%, comparado a 2012. “Esse quadro positivo é consequência do modelo diversificado dos mecanismos de controle para garantia da qualidade orgânica”, avalia o coordenador de Agroecologia da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo, Rogério Dias.
Em 2012, o país contava com 79 Organizações de Controle Social (OCSs) e quatro Organismos Participativos de Avaliação da Conformidade (OPACs). No ano passado, estes números subiram para 163 e 11, respectivamente.

Como consequência, afirma Rogério, estes números refletem o aumento dos produtores orgânicos em todo o país, porque facilita o registro dos mesmos. No fechamento de 2012, o Brasil contava com cerca de 5,5 mil produtores agrícolas que trabalhavam segundo as diretrizes dos sistemas orgânicos de produção. O ano de 2013 fechou com 6.719 produtores e 10.064 unidades de produção orgânica em todo o Brasil.
A região Sul conta com duas certificadoras, uma OPAC e nove OCSs, que dão credibilidade a 1.896 produtores e 3.165 unidades de produção. Já os 1.463 produtores orgânicos da região Sudeste estão distribuídos entre 41 OCS, quatro OPACs e seis certificadoras que atendem a todo o país. A região Centro-Oeste, que conta com 247 produtores e 269 unidades de produção, possui 18 OCSs e duas OPACs. As regiões Nordeste e Norte não possuem certificadoras, todavia, a região Norte é atendida por 14 OCSs e a Nordeste por 81 OCSs e quatro OPACs, que controlam 317 produtores na região Norte e 2.796 produtores do Nordeste brasileiro.

Tabela por estado:

OCS

              OPAC

    CERTIF.

PROD.           UNI. PROD.

NORTE

14

0

0

317

1,023

AC

1

0

0

48

172

AM

1

0

0

66

66

AP

0

0

0

1

24

PA

1

0

0

107

572

RO

9

0

0

89

183

RR

2

0

0

6

6

TO

0

0

0

0

0

NORDESTE

81

4

0

2,796

3,198

AL

3

0

0

21

60

BA

3

0

0

210

389

CE

0

2

0

200

251

MA

0

0

0

30

30

PB

14

0

0

309

332

PE

23

1

0

611

633

PI

8

1

0

978

1,048

RN

10

0

0

182

196

SE

20

0

0

255

259

CENT-OESTE

18

2

0

247

269

DF

5

1

0

99

110

GO

1

0

0

32

33

MS

0

1

0

9

16

MT

12

0

0

107

110

SUDESTE

41

4

6

1,463

2,409

ES

5

0

1

103

116

MG

7

1

1

313

466

RJ

1

1

1

215

388

SP

28

2

3

832

1,439

SUL

9

1

2

1,896

3,165

PR

3

0

1

680

1,086

RS

6

1

0

863

1,462

SC

0

0

1

353

617

TOTAL

163

11

8

6,719

10,064

fonte:MAPA

goiaba

Atualmente, temos mais produtores avaliados por controle social que por certificação por auditoria. A criação destes mecanismos facilitou a transição dos produtores convencionais para o modelo agroecológico, porque diminui a distância e reduz os custos de certificação”, endossa o secretário de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo, Caio Rocha.

As perspectivas para 2014 são de continuidade às diretrizes do Plano Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (Planapo), que têm como meta atingir um total de 28 mil Unidades de Produção Agroecológicas até 2015. Atualmente, o Brasil conta com 12 mil unidades.

A qualidade dos produtos orgânicos no Brasil é garantida de três diferentes maneiras: com a Certificação, o Controle Social para Venda Direta sem Certificação e os Sistemas participativos de Garantia. Juntos, estes três modelos formam o Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica (SisOrg).

Certificadoras – Empresas públicas ou privadas, com ou sem fins lucrativos, que realizam auditorias e inspeções nos processos produtivos, seguindo procedimentos básicos estabelecidos por normas reconhecidas internacionalmente.

Veja a listagem das certificadoras cadastradas:

Organismo Participativo de Avaliação da Conformidade (OPAC) – Organização que assume a responsabilidade formal pelo conjunto de atividades desenvolvidas pelo sistema. As OPACs promovem visitas de verificação da conformidade. O objetivo é a troca de experiências entre os participantes do sistema e a orientação dos fornecedores.

Organizações de Controle Social (OCS) ou Controle Social – Processo de geração de credibilidade, necessariamente reconhecido pela sociedade, organizado por um grupo de pessoas que trabalham com comprometimento e seriedade. É estabelecido pela participação direta dos seus membros em ações coletivas para avaliar a conformidade dos fornecedores aos regulamentos técnicos da produção orgânica.

Veja a listagem das OPACs cadastradas

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Notícias relacionadas:

O mercado orgânico brasileiro

Projeto PAIS busca favorecer relação da agricultura familiar com a agroindústria

Alimentos orgânicos: oportunidades de mercado e desafios

Alimentos orgânicos: oportunidades de mercado e desafios

CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E TWITTER

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.