Consumidor de Orgânicos

Consumidores orgânicos: discursos, práticas e responsabilidade socioambiental

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 7 de maio de 2013.

 

feira RJ, Circuito Carioca, Essência Vital, Foto CI Orgânicos

Com base em pesquisa qualitativa junto a frequentadores uma feira certificada de produtos orgânicos do Rio de Janeiro (RJ), o trabalho analisa os discursos dos consumidores, que consideram seu engajamento nessa forma de consumo como uma prática social e ambientalmente responsável. A conclusão da pesquisa, discutida à luz de algumas teorias sociológicas e antropológicas sobre consumo, além da Sociologia do Risco e da Teoria da Modernização Reflexiva, revela que tais consumidores, por diversas razões, usam o consumo como forma de agir e participar da vida. São pessoas que se auto-identificam como atores no processo de mudança social e ambiental e que se auto-atribuem responsabilidades e deveres. Mais do que uma prática voltada para o bem-estar e a saúde pessoal, revela um estilo de vida e uma identidade coletiva comprometida com valores éticos e ecológicos.

CI Orgânicos – Paula Guatimosin
Acessado em: 01/05/2013

Conteúdo completo disponível em:  http://www.abant.org.br/conteudo/ANAIS/CD_Virtual_26_RBA/grupos_de_trabalho/trabalhos/GT%2022/fatima%20portilho.pdf

PORTILHO, F. Consumidores de alimentos orgânicos: discursos, práticas e auto-atribuição de responsabilidade socioambiental. UFRRJ, Porto Seguro, 2008.

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.