Produtor de Orgânicos

Qualidade de milho verde cultivado em sistemas de produção orgânico e convencional

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 12 de novembro de 2012.

 

foto: CI Orgânicos

Os pesquisadores realizaram a análise das características agronômicas e físico-químicas de três diferentes cultivares de milho verde cultivado em sistemas de produção orgânico e convencional. Foram analisadas as características agronômicas de peso das espigas com palhas, despalhadas, peso dos grãos, peso do sabugo, peso da palha, comprimento da espiga com palha, percentual relativo de grãos, percentual relativo de palha e percentual relativo de sabugo. Também foram verificados o teor de umidade e as características físico-químicas (pH, acidez titulável e sólidos solúveis totais) dos grãos verdes.

A conclusão dos pesquisadores é de que o sistema de produção influencia as principais características de qualidade do milho verde. Verificou-se que, de modo geral, pode-se obter, através do sistema orgânico, milho verde com qualidade de espigas para comercialização.

Comparado ao sistema convencional, o milho orgânico resulta em teores médios mais altos de pH e menor acidez titulável em grãos verdes.

CI Orgânicos – Paula Guatimosim
Acessado em: 05/11/2012

Conteúdo completo disponível em:
http://rbms.cnpms.embrapa.br/index.php/ojs/article/view/254/262

ALMEIDA, A.C.; COSTA, C.A.; PAES, M.C.D.; PINHO, L. Qualidade de milho verde cultivado em sistemas de produção orgânico e convencional. UFMG. Montes Claros, 2008.

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.