Produtor de Orgânicos

Produção de arroz convencional versus arroz orgânico

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 10 de janeiro de 2013.
Volkmann, arroz biodinâmico, RS. Foto: CI Orgânicos

O trabalho faz a análise financeira dos métodos produtivos de arroz da região da AMESC (Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense), com o objetivo de identificar qual o cultivo de arroz da região é financeiramente mais viável: o orgânico ou o convencional. O estudo demonstra a importância da administração financeira em qualquer atividade econômica, como instrumento indispensável na avaliação da sua sustentabilidade. Apresenta um panorama global do cultivo de arroz, a importância da produção deste cereal – um dos mais consumidos no mundo. Na região estudada, a produção de arroz é a principal atividade agrícola, de grande importância para a economia local e regional.

Por meio da pesquisa dos valores relativos a receitas e despesas dos métodos de cultivo da produção de arroz na região, pôde-se identificar que o cultivo de arroz orgânico através do método de cultivo da rizipiscicultura é o mais viável financeiramente, apresentando um resultado final mais positivo do que todos os outros analisados. O trabalho propõe a continuidade de estudos relacionados ao cultivo de arroz na região da Amesc, para que a cada dia o processo torne-se mais profissionalizado.

CI Orgânicos – Paula Guatimosim
Acessado em: 03/12/2012

arroz-SC

Conteúdo completo disponível em:
http://www.bib.unesc.net/biblioteca/sumario/000031/000031B7.pdf

OLIVEIRA, A.S.B.  Analise financeira: produção de arroz convencional versus produção de arroz orgânico, na região da Amesc. UNESC. Criciúma, 2007.

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.