Produtor de Orgânicos

Patógenos no leite bovino orgânico

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 8 de junho de 2013.

5913395736_db6cc7eaec_b-300x214

O estudo investigou a presença de microrganismos patogênicos, a sensibilidade e a multirresistência dos isolados aos antimicrobianos, a celularidade e a presença de resíduos de drogas no leite de vacas, com e sem mastite, produzido no sistema orgânico.
Foram amostradas 148 vacas no período médio de lactação, das quais duas com mastite clínica, 72 com mastite subclínica e 74 sem mastite (controles), provenientes de quatro pequenas propriedades do interior do Estado de São Paulo, certificadas como orgânicas.

Os resultados revelaram baixa celularidade média nos animais, indicativo de boa qualidade do leite. Entretanto, apontam para a necessidade da adoção de medidas de controle para microrganismos contagiosos e maior rigor na proibição do uso de antimicrobianos em fazendas de leite orgânico.

CI Orgânicos – Paula Guatimosin
Acessado em: 02/06/2013


Conteúdo completo disponível em:
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-736X2009000100008

RIBEIRO, M.G.; GERALDO, J.S.; LANGONI, H. LARA, G.H.B.; SIQUEIRA, A.K.; SALERNO, T.; FERNANDES, M.C. Microrganismos patogênicos, celularidade e resíduos de antimicrobianos no leite bovino produzido no sistema orgânico. UNESP, Botucatu, 2009.

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.