Produtor de Orgânicos

Leguminosas arbóreas para sistemas silvipastoris

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 21 de março de 2013.
Embrapa Agrobiológica, RJ, foto: CI Orgânicos

O trabalho destaca o papel das espécies arbóreas em pastagens para, entre outras coisas, melhorar a produção, a qualidade e a sustentabilidade das gramíneas, acumular carbono, aumentar a biodiversidade, amenizar os estresses ambientais que podem prejudicar o desempenho e a produção dos animais, proporcionar ao produtor benefícios com a venda de produtos e serviços oriundos das espécies arbóreas, servir de alimentação rica em proteína para o gado e aumentar a produção de leite. Tais efeitos são maiores quando são usadas leguminosas arbóreas que possuem a capacidade de fixar nitrogênio do ar. No entanto, o sucesso da introdução de uma espécie na pastagem, sem proteção e na presença dos animais, depende do grau de sua aceitabilidade pelos animais, da sua velocidade de crescimento e da competição com a pastagem.

O trabalho descreve o resultado de pesquisas em sete experimentos e o comportamento de mudas de 16 espécies de leguminosas arbóreas introduzidas em pastagens com animais, principalmente quanto à velocidade de crescimento e porcentagem de plantas sobreviventes e pastejadas. O manual inclui, ainda, as recomendações técnicas, as vantagens e desvantagens do sistema e fornece uma estimativa de custo para sua implantação.

CI Orgânicos – Paula Guatimosim

Acessado em: 18/02/2013

Conteúdo completo disponível em:

http://www.pesagro.rj.gov.br/downloads/riorural/09%20Leguminosas%20Arboreas.pdf

DIAS, P.F.; FRANCO, A.A.; SOUTO, S.M. Manual Técnico 09 – Leguminosas arbóreas para sistemas silvipastoris. PESAGRO. Niterói, 2008.

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.