Produtor de Orgânicos

Gestão da qualidade de alimentos orgânicos: abordagens de Garvin

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 25 de junho de 2013.
foto: CI Orgânicos

O objetivo geral do trabalho foi propor um modelo de gestão de qualidade baseada nas cinco abordagens de Garvin para empresas do segmento de alimentos orgânicos, a partir de uma abordagem qualitativa e da pesquisa bibliográfica. Isto porque a identificação dos motivos que levam os consumidores preferirem os alimentos orgânicos aos convencionais é primordial para a introdução de novos produtos no mercado, manter e melhorar continuamente os já consumidos.

O modelo é baseado em seis etapas que levam à diferenciação estratégica de uma organização baseado no perfil do consumidor. Para verificar a viabilidade da implantação do modelo proposto, utilizou-se o exemplo de uma empresa produtora de alimentos orgânicos que comercializa seus produtos no Paraná. O desenvolvimento do modelo mostrou sua viabilidade e facilidade de manipulação, além de efeito multiplicador.

CI Orgânicos – Paula Guatimosin
Acessado em: 25/06/2013

 

Conteúdo completo disponível em:
http://www.abepro.org.br/biblioteca/enegep2010_TN_STO_114_748_16374.pdf

ANACLETO, C.A.; PALADINI, E.P. Gestão da qualidade de alimentos orgânicos: orientação estratégica baseada nas abordagens de Garvin. UFSC, São Carlos, 2010.

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.