Produtor de Orgânicos

Como se tornar orgânico

RuimRegularBomÓtimoExcelente(Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 27 de junho de 2013.

 

foto: CI Orgânicos

Para tornar-se um produtor de alimento orgânico, seja um produtor convencional ou um novo ingressante na atividade agrícola, o interessado/da deve visar os princípios e normas orgânicas. Para a procedência correta das etapas iniciais e de continuidade da atividade, levam-se em consideração diferentes grupos de produtores, aquele que deseja ingressar na atividade mas ainda não possuem a terra, aquele que já possui a terra, porém ainda não a explora, e aquele que já é produtor agrícola, porém, convencional.

Ao tratar do primeiro grupo, o interessado, deve buscar o auxilio de pessoas especializadas no assunto para obter orientações sobre localização, aptidão, planejamento da produção, dentre outros aspectos fundamentais a atividade orgânica.

Para aqueles que possuem a terra e ainda não a exploram, depois de encontrar auxílio de especialista, deve-se realizar uma análise da propriedade com foco na produção agroecológica. A avaliação é rápida, de baixo custo e de grande valor de informação.

Já para os produtores convencionais que desejam alterar o sistema de produção convencional para o sistema de produção orgânica, devem passar por um período de conversão. As normas e princípios da atividade orgânica devem ser aplicados a todos os aspectos desde o início até o fim do período de conversão.

O processo de conversão de sistemas de produção convencionais para sistemas de produção orgânicos consiste em um longo processo de mudanças em concepções de agricultura, práticas agronômicas e a relação produção, meio ambiente e mercado.

Para que ocorra a total conversão o produtor, além de substituir completamente o uso de insumos químicos, devem-se seguir, também: os princípios de proteção e manejo da fertilidade do solo, manejo da agrobiodiversidade e respeito aos ciclos naturais. Durante esse período, não poderá ser utilizada a menção “Agricultura Orgânica” na comercialização de sua produção e, após adaptação, o produtor pode buscar pela certificação do produto.

As culturas e animais já convertidos não deverão ser alternados do manejo convencional para o manejo orgânico e vice-versa.

Em resumo, para um produtor interessado na atividade orgânica, segue os passos básicos para início da atividade (Fonte: Planeta Orgânico):

PASSO 1 – Levando em consideração aspectos referentes ao ambiente externo e interno do sistema agroecológico, elaborar um Plano Estratégico para a atividade.

PASSO 2 – Buscar por agricultores, associações e demais entidades que já estão inseridos no agronegócio orgânico em sua região, a fim de adquirir informações de aptidão e potencial dos produtos regionais para o mercado, logísticas e formas de iniciar parcerias com os agentes locais.

PASSO 3 – Estratégia comercial para vender antes de produzir, incluindo para quem irá vender e os canais de distribuição que pretende atuar.

PASSO 4 – Elaboração de plano de manejo para a propriedade respeitando as normas nacionais para produtos orgânicos. Este plano será exigido pela entidade certificadora no momento em que o produtor realizar a sua inscrição junto a ela.

PASSO 5 – Inscrição em entidade certificadora, credenciada pelo Mapa.

PASSO 6 – Seguir as normas de produção segundo a entidade certificadora.

PASSO 7 – Definir estratégias de médio a longo prazo e realizar orçamentos anuais controlando custos e prevendo receitas.

PASSO 8 – Criar e manter parcerias, aperfeiçoando as relações com todos os parceiros envolvidos na atividade (produção, distribuição e venda).

Vale ressaltar que, quando comercializados no mercado com o selo, os produtos orgânicos, conquista a confiança do consumidor, pois é garantia de qualidade.

Referência:

Normas Básicas para a Produção e Processamento de Alimentos Orgânicos. IFOAM General Assembly em Mar Del Plata/Argentina, novembro 1998.

Alberto Feiden, Dejair Lopes de Almeida, Vinícius Vitoi, Renato Linhares de Assis. PROCESSO DE CONVERSÃO DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO CONVENCIONAIS PARA SISTEMAS DE PRODUÇÃO ORGÂNICOS. Cadernos de Ciência & Tecnologia, Brasília, v.19, n.2, p.179-204, maio/ago. 2002.

Planeta Orgânico. Como tornar-se um produtor orgânico. Disponível em: http://planetaorganico.com/como3grs.htm
Acessado em: 09 jan 2012.

 

 

 

 

Tags:, .

Compartilhe:

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.