Produtor de Orgânicos

Avaliação do estado nutricional de agroecossistemas de café orgânico, MG

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 29 de maio de 2013.
Fazenda modelo do Incaper em Marilândia – Espírito Santo.

Tendência necessária e irreversível do agronegócio brasileiro, a produção de café orgânico tem-se destacado como uma alternativa de renda para alguns cafeicultores, devido à crescente demanda mundial por alimentos mais saudáveis. Entretanto, grande parte das técnicas propostas pela agricultura orgânica está sendo aplicada empiricamente no cultivo de café, principalmente no Estado de Minas Gerais, maior região produtora de café do Brasil. Considerando-se a baixa fertilidade natural dos solos da região cafeeira, bem como a elevada extração de nutrientes pelo cafeeiro, o trabalho objetivou identificar possíveis fatores limitantes à produção orgânica do cafeeiro, relacionados à fertilidade do solo e ao estado nutricional das plantas.

Foram realizadas avaliações da fertilidade do solo e análise das folhas em vinte e uma lavouras orgânicas. A análise dos dados foi realizada por estatística descritiva e novos trabalhos serão necessários, visando a uma melhor interpretação da análise foliar e da fertilidade do solo, quando se trabalha com café orgânico.

CI Orgânicos – Paula Guatimosin
Acessado em: 23/05/2013


Conteúdo completo disponível em:
http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-70542003000600003&script=sci_arttext

THEODORO, V.C.A.; CARVALHO, J.G.; CORRÊA, J.B.; GUIMARÃES, R.J. Avaliação do estado nutricional de agroecossistemas de café orgânico no estado de Minas Gerais. UFLA, Lavras, 2012.

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.