Consumidor de Orgânicos

Assimetria Informacional no Mercado de Alimentos Orgânicos

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 22 de abril de 2013.

O objetivo do trabalho é discutir os instrumentos de coordenação da cadeia de alimentos orgânicos que garantem que o alimento é realmente orgânico e que não contém contaminação química nem microbiológica. Parte da hipótese de que o consumidor paga mais caro pelos produtos orgânicos porque acredita que eles estejam livres de contaminação. O trabalho procura identificar os possíveis riscos que o consumidor pode estar exposto por falhas de coordenação e controle em algum ponto da cadeia produtiva. Considera que os certificados emitidos por organizações credenciadas nacional ou internacionalmente podem garantir que os produtos adquiridos são genuinamente orgânicos. No entanto, não garantem que os produtos estejam livres de qualquer contaminação química ou biológica ao longo da cadeia produtiva. Assim, o artigo identifica os pontos críticos passíveis de contaminação e como são monitorados e controlados ofertantes de produtos orgânicos.

CI Orgânicos – Paula Guatimosin
Acessado em: 19/04/2013

Conteúdo completo disponível em:
http://www.fundacaofia.com.br/pensa/anexos/biblioteca/14320071595_.pdf

REZENDE, C.L.; FARINA, E.M.M.Q. Os supermercados na oferta de alimentos orgânicos: apelando ao estilo de vida Ego-trip. USP, São Paulo, 2001.

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.