Produtor de Orgânicos

Produção de algodão colorido: possibilidades e limitações

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 2 de setembro de 2017.
Algodão colorido BRS Rubi – Foto: SANTOS, Edna Maria Cosme

Resumo:

O crescente interesse pela redução do impacto ambiental na produção e processamento de têxteis de algodão vem impulsionando o resgate de fibras naturalmente coloridas, assim como o cultivo da fibra com técnicas da agricultura orgânica. Estas iniciativas atendem a um pequeno nicho de mercado de produtos têxteis ecológicos e orgânicos, que vem se expandido desde 1990. Este estudo apresenta os principais impactos da produção de têxteis sobre o meio ambiente, além de caracterizar a organização da produção de algodão orgânico e naturalmente colorido. A autora conclui que ainda são muitas as dificuldades para a expansão da produção de algodão orgânico, pois faltam pesquisas sobre alternativas técnicas que possam ser disseminadas para novas áreas de produção. Ela acredita que programas coordenados de pesquisa participativa poderiam ser desenvolvidos envolvendo a indústria, organizações governamentais, institutos de pesquisa, extensionistas e produtores. Recomenda, também, o fortalecimento do processo de certificação, pela busca de alternativas técnicas também no processamento e pela determinação de padrões de rotulagem, de modo a ampliar a consciência dos consumidores. Verificou-se que faltam informações sistematizadas sobre área, produção e produtividade, além de suporte técnico e financeiro de organizações governamentais e não-governamentais. A autora ressalta a importância dessa cultura para inclusão de pequenos agricultores e comunidades tradicionais num mercado diferenciado: o de têxteis orgânicos.

CIOrgânicos – Paula Guatimosim
Acessado em: 07/01/2013

algodao-colorido

Conteúdo completo disponível em:
http://www.ecotece.org.br/media/biblioteca/arq2.pdf

SOUZA, M. C. M. Produção de algodão orgânico colorido:possibilidades e limitações.  Informações Econômicas, v.30, n.6.  São Paulo,  2000.

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.