Produtor de Orgânicos

Embalagens em brócolis (Brassica oleracea l. var. itálica) orgânicos minimamente processados

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 1 de julho de 2013.

O trabalho avaliou os efeitos dos diferentes tipos de embalagem em brócolis (Brassica oleracea L. variedade Itálica) orgânicos minimamente processados durante o armazenamento. Os brócolis orgânicos selecionados, higienizados, sanitizados e centrifugados foram acondicionados em embalagens de polietileno de baixa densidade (PEBD), polipropileno (PP), câmara acrílica hermeticamente selada e câmara acrílica com canais abertos. O período de armazenamento foi de 12 dias a 10 ºC, sob atmosfera modificada passiva. Para avaliar os efeitos das embalagens sobre o produto foram realizadas análises de umidade, pH, acidez total titulável e sólidos solúveis totais. A perda de massa fresca, a textura e o conteúdo de pigmentos (expressos pelo conteúdo de clorofila a, clorofila b e carotenoides) foram analisados. Todas as análises foram realizadas a cada três dias.

Também foi obtida a composição gasosa diária, ao longo do período de armazenamento, e calculadas as taxas de respiração. Dentre as embalagens estudadas, a embalagem de polipropileno foi a que melhor preservou as características do produto durante o período de armazenamento a 10 ºC.

CI Orgânicos – Paula Guatimosin
Acessado em: 23/06/2013


Conteúdo completo disponível em:
http://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/88764/234087.pdf?sequence=1

PADULA, M.L. Influência de diferentes tipos de embalagens em brócolis (Brassica oleracea l. var. itálica) orgânicos minimamente processados. UFSC, Florianópolis, 2006.

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.