Produtor de Orgânicos

Diatomáceas como alternativa no controle de pragas de milho armazenado

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 4 de Março de 2013.

milho3-225x300

O estudo avaliou a eficácia da terra de diatomáceas no controle de pragas de grãos armazenados, provenientes da produção orgânica da agricultura familiar. A terra de diatomáceas é um pó inerte, proveniente de algas diatomáceas fossilizadas, cujo principal componente é o dióxido de sílica. A sílica tem a capacidade de desidratar os insetos, levando-os à morte no período de um a sete dias, dependendo da espécie-praga. É de fácil manuseio e não necessita nenhum tipo de equipamento para a sua aplicação, quando utilizado em pequena escala. Sua ação inseticida é duradoura, pois não perde efeito ao longo do tempo. É seguro para operadores e consumidores, já que o grão tratado pode ser consumido imediatamente, não precisando de período de carência do produto. O experimento validou a terra de diatomáceas no armazenamento de milho em diferentes tipos de silos, nos quais o grão de milho seco foi misturado ao pó inerte na dose de 1,0 quilo/t. de milho e armazenado por um ano em silos de diversas capacidades. Após esse período, não foi encontrada a presença de insetos vivos na massa de grãos, nem qualquer dano ao milho armazenado. Por ser um produto natural, não-químico, a terra de diatomáceas se constitui na forma disponível no mercado brasileiro para controle de pragas de grãos armazenados.

5-Terra-de-diatomáceas-no-controle-de-pragas

CI Orgânicos – Paula Guatimosim
Acessado em: 30/01/2013

Conteúdo completo disponível em:
http://ciencialivre.pro.br/media/8aab98309035f72ffff822bffffd523.pdf

BARBIERI, I.; DEMAMAN, N.A.; FEREIRA FILHO, A.; LORINI, I.; MARTINS, O.R.R.D. Terra de diatomáceas como alternativa no controle de pragas de milho armazenado em propriedade familiar. Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável. Porto Alegre, 2001.

 

Deixe o seu Comentário: