Produtor

Mais nutritivo que o açaí, o buriti tem se tornado grande fonte de renda para produtores do Juruá

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 5 de outubro de 2020.
Conhecida como “árvore da vida”, o buritizeiro é uma espécie de palmeira bastante abundante no Brasil, principalmente na região amazônica, e tem se tornado fonte de renda de muitas famílias. No Acre, mais especificamente no Vale do Juruá, o fruto da palmeira, o buriti se tornou o carro chefe da produção de alimentos, óleos e produtos que são usados na indústria de cosméticos, por exemplo.

Na última quarta-feira, 30, o vice-governador do Acre, Major Rocha, esteve na cidade de Mâncio Lima, distante 35km de Cruzeiro do Sul, para conhecer um empreendimento que está se tornando destaque na produção de produtos derivados do buriti, macaxeira, ou mandioca, e outros frutos da Amazônia.

A Coopervale, Cooperativa de Produtores do Vale do Juruá, e que agrega duas empresas, a Norte Hortifruti e a Alfa Indústria e Comércio de Alimentos é gerida por Janaldo Pinheiro, gerando 46 empregos diretos com carteira assinada e agregando mais de 300 famílias cooperadas e outras 300 famílias aguardando para entrar na cooperativa, mostrando com isso que é possível empreender, gerar emprego e renda mesmo em tempo de pandemia.

“O Vale do Juruá está se tornando referência para o setor produtivo acreano e celeiro de grandes empreendedores, como Janaldo Pinheiro, gestor da Coopervale e que tem desenvolvido um trabalho digno de todos os elogios, gerando emprego e renda para a cidade de Mâncio Lima e todo Juruá”, comentou o vice-governador durante visita às instalações da Coopervale.

Com um portfólio variado de produtos, a Coopervale trabalha na fabricação de óleos como o de buriti, açaí, abacate, maracujá, manga, abacaba e patuá. Produtos da macaxeira, como o purê pré-pronto, petiscos de macaxeira e a macaxeira crua e pré-cozida embaladas a vácuo. Além do açaí cremoso, e a grande novidade, o buriti cremoso que é mais nutritivo que o açaí, e em pouco tempo pode se tornar o queridinho do público fitness, por conta da grande quantidade de vitaminas, minerais, nutrientes, betacaroteno, entre outros benefícios para a saúde.

“Temos investido em produtos abundante em nossa região e já estamos com uma grande variedade que vai da polpa das frutas a insumos que são usados na indústria de cosméticos. Além dos produtos da macaxeira temos fabricados os óleos de buriti, de açaí, abacate, maracujá, manga, abacaba e patuá que são usados tanto na alimentação como na criação de produtos de beleza, acredito que estamos no caminho certo”, disse Janaldo Pinheiro.

Ainda de acordo com o gestor da Coopervale, a cooperativa já começou exportar seus produtos para outros estados e também mantem contato com Estados Unidos para a exportação da macaxeira e seus derivados e com Peru e Bolívia.

“Já estamos mandando nossos produtos para outros estados e recentemente começamos as tratativas com empresários dos Estados Unidos que tem interesse na macaxeira e seus derivados. O Peru já fez uma encomenda de mais de uma tonelada de polpa de buriti e a Bolívia pouco mais de meia tonelada. Estamos só aguardado finalizar alguns tramites burocráticos para começarmos a enviar as encomendas”, comemora o gestor.

Major Rocha voltou a afirmar que o Acre tem potencial econômico para realizar exportação de seus produtos para outros países e que o governo do Acre não medirá esforços para que o setor produtivo seja fortalecido.

“Volto a afirmar que o Acre está resgatando sua vocação natural para a produção. Já está mais que provado que o setor produtivo, o agronegócio é a saída econômica para nosso Estado. Temos a melhor carne do Brasil, temos a melhor farinha, temos produtos orgânicos, madeira e outros. Essa é a meta do nosso governo, eu e o governador Gladson Cameli não mediremos esforços para apoiar iniciativas e empreendimentos como esse do Janaldo”, garantiu Rocha.

A Coopervale já está com um projeto de expansão para a cidade de Cruzeiro do Sul onde, inicialmente, vai gerar cerca de 700 empregos diretos e indiretos.

Fonte: Folha do Acre

 

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.