Produtor

Embalagens plásticas e eficiência energética de hortaliças

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 28 de junho de 2013.
stand Pão de Açúcar, Green Rio
foto: CI Orgânicos

 

O estudo objetivou avaliar os custos energéticos e a participação relativa das embalagens no sistema orgânico de produção de dez olerícolas. Em geral, o padrão de embalagem desses produtos são as bandejas de poliestireno expandido e filmes plásticos de polietileno, materiais poluentes ambientais e energeticamente caros. Os dados de campo foram coletados na área experimental de agricultura orgânica do INCAPER, em Domingos Martins (ES). A mensuração energética consistiu na transformação dos materiais, insumos, produtos e serviços, em unidades de energia equivalentes. O sistema orgânico consumiu, em média, 1.906.302 kcal ha-1 com embalagens, de um total de 4.571.159 kcal ha-1. Em média, as embalagens corresponderam a 35,8% do total do consumo de energia na produção orgânica. A participação das embalagens no consumo energético variou de 4,6% para a abóbora até 57,4% para o tomate. A eliminação dos gastos com embalagens poderia reduzir os custos, aumentando o balanço energético médio de 2,84 para 5,18.

Veja o artigo: [Embalagens-plasticas-Souza-Casal9-Santos

CI Orgânicos – Paula Guatimosin
Acessado em: 19/06/2013
SOUZA, J.L.; CASALI, V.W.D.; SANTOS, R.H.S.; CECON, P.R. Embalagens plásticas ameaçam a eficiência energética na produção de hortaliças orgânicas. UFV, Viçosa, 2011
 

 

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.