Consumidor de Orgânicos

“Twittando sobre o mercado de orgânicos”

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 11 de maio de 2013.

 

No segundo dia do evento,Green Rio, realizado no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Sylvia Wachsner, coordenadora do CI Orgânicos, da SNA, apresentou a palestra “Twittando sobre o mercado de orgânicos”, na qual chamou a atenção para a necessidade de maior engajamento do consumidor de orgânicos para garantir a ampliação da oferta de produtos. Segundo a coordenadora do CI Orgânicos, as redes sociais têm fundamental importância neste processo. “As redes sociais, sobretudo o Twitter, possibilitam um discurso rápido e direto, e ultrapassam barreiras. São a melhor arma do consumidor na hora de reivindicar um produto mais saudável e com preço mais acessível. Vamos derrubar esse tabu de que orgânico é produto de rico, porque não é. É um direito que tem que ser garantido a todos, o consumidor deve fiscalizar esse direito. E nas redes toda reivindicação tem eco”, argumenta.

Wachsner ainda defendeu a urgência da construção de uma agricultura de orgânicos forte para que, a exemplo do que acontece a outros setores da economia, os produtos brasileiros não sejam engolidos pelos que vêm de fora. “Seria vergonhoso para o Brasil, um dos maiores produtores mundiais de alimento, se encontrar na situação de importador de orgânicos por falta de incentivo e investimento. Mais do que isso, significaria perder um filão de exportar alimentos com maior valor agregado, o que daria significativa vantagem ao país no mercado internacional.”

Durante a palestra, a coordenadora do CI Orgânicos cobrou do governo federal maior transparência na fiscalização do setor, que carece de dados oficiais atualizados, salienta ela. Outro questionamento da palestrante foi relacionado ao tempo que os insumos orgânicos levam para ser aprovados, segundo ela muito longo quando comparado aos da produção agrícola, que utiliza outro tipo de insumos e fitossanitários.

Sobre o evento
A segunda edição do Green Rio, organizado pelo Planeta Orgânico com o patrocínio do Sebrae e de outros parceiros, reúne, em um mesmo espaço, especialistas e profissionais das áreas de orgânicos e de produção e consumo sustentável, que participarão de palestras, debates, exposições e rodadas de negócios. O evento conta ainda com um espaço diferenciado para a realização do Rio Orgânico, que funciona como uma vitrine da atual produção orgânica do estado.

fonte:imprensa, SNA

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.