Consumidor de Orgânicos

O que é Comércio Justo e o que ele representa para a sociedade

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 16 de abril de 2020.
Ecocert, divulgação

As últimas décadas foram marcadas por grandes desafios e ações conjuntas para planejar e garantir um futuro sustentável para a nossa e as futuras gerações. Nesse contexto, uma das iniciativas a ganhar força é a do Comércio Justo, que vem do inglês Fair Trade. O Comércio Justo é considerado um dos fundamentos da sustentabilidade econômica e ecológica por fomentar e desenvolver alianças entre todos os atores da cadeia produtiva. Mas você sabe o que é Comércio Justo e o que este sistema representa para a sociedade?

Mais do que uma expressão, o Comércio Justo é uma estratégia universal de combate à pobreza em prol do desenvolvimento sustentável nos campos social, econômico e ambiental. O Comércio Justo é fruto do movimento Fair Trade, que se desenvolveu a partir de várias iniciativas que pipocaram na Europa e nos Estados Unidos desde a década de 1940 e que se disseminaram para os 5 continentes. Estas iniciativas tinham o objetivo de promover relações comerciais mais equilibradas entre os vários atores da cadeia produtiva, de forma a gerar benefícios para todos – em especial para os produtores desfavorecidos de países fornecedores de matérias primas básicas, em geral países em desenvolvimento. Gerando valor com base em justiça econômica, solidariedade, transparência e respeito, o Comércio Justo representa uma ótima alternativa para microempreendedores, como por exemplo os agricultores orgânicos.

No Brasil, uma das grandes incentivadoras da causa é a Ecocert, maior certificadora de produtos orgânicos do mundo. Essa organização contribui ativamente para a expansão do Comércio Justo no país através da Certificação Fair for Life, que já propiciou maiores oportunidades econômicas para mais de 3000 pequenos produtores brasileiros. A certificação de Comércio Justo contribui para que pequenos e médios produtores alcancem maiores níveis de competitividade, responsabilidade social e sustentabilidade frente ao mercado convencional.

Dentre os pilares do Fair Trade destaca-se a prática de preços justos, bem como o incentivo à conexão dos produtores responsáveis com consumidores que anseiam por um mundo mais sustentável e combativo à exploração comercial desenfreada. Devido ao seu impacto positivo, o selo de Comércio Justo evolui ano a ano e ganha mercados importantes como o Reino Unido, Estados Unidos, Alemanha, França e Suíça. Até 2019, a certificação Fair Trade acumulou um salto de 330% em uma década, registrando mais de 143 mil produtores e trabalhadores com produções reconhecidas pela prática de Comércio Justo globalmente. 

Na linha de orgânicos, os principais produtos com certificação Fair Trade incluem açúcar, banana, chá, café, cacau e flore. No Brasil, os destaques são as produções de açúcar, açaí e erva-mate.

Conheça os benefícios do Comércio Justo e da certificação Fair for Life

Os principais atores das cadeias de fornecimento são certificados com base em sólidos requisitos sociais e ambientais, e as parcerias comerciais justas são celebradas e reforçadas através de critérios progressivos nogerenciamento responsável da cadeia de suprimentos. A certificação contempla o programa Fair for Life, reconhecido internacionalmente, e que demanda apenas uma taxa anual pelo serviço de certificação.

O resultado se reverte em oportunidade para os produtores por meio da obtenção de preços justos e os prêmios Fair Trade – negociados diretamente com as operações dos produtores, capacitando-os para protagonizarem seu próprio desenvolvimento. 

Confira os benefícios:

Preço justo: a relação comercial justa garante ao produtor o pagamento de um preço justo pela produção certificada. O preço justo é calculado com base no custo de produção, de forma a garantir que os produtores além de cobrir seus custo de produção, também tenham acesso à saúde, alimentação, vestuário e lazer.

Preço mínimo: além de um preço justo para o produto, o selo de Comércio Justo garante um preço mínimo, evitando que os produtores sofram com as instabilidades econômicas e flutuações do mercado local ou global.

Prêmio de Comércio Justo: a comunidade produtora é beneficiada com um bônus (prêmio) para ser investido em melhorias econômicas, sociais e ambientais de acordo com suas necessidades. O valor do prêmio é baseado no preço de venda do produto Fair for Life

Contratos a longo prazo: garantindo à comunidade produtora maior estabilidade.

fonte: Ecocert

Tags: , , .

Compartilhe:

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.