Produtor de Orgânicos

Número de ramos na produção de figos verdes no cultivo orgânico

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 3 de dezembro de 2012.
foto: CI Orgânicos

O objetivo do trabalho  foi estudar a influência do número de ramos produtivos e do sistema desponte sobre o desenvolvimento e produção de figos verdes ‘Roxo de Valinhos’ em cultivo orgânico. O experimento utilizou plantas de quatro anos de idade, com espaçamento 3x2m, conduzido ao longo de oito meses, sob temperatura média máxima anual de 28,5ºC e mínima de 16,6ºC.

A maior produção e produtividade estimada observada de figos verdes foram obtidas nas plantas conduzidas com doze ramos produtivos, efetuando-se três despontes. Além do aumento na produção e prolongamento da safra, as plantas despontadas apresentaram frutos com maior diâmetro e uniformidade em relação à testemunha. Essa uniformidade permite a concentração da colheita e a diminuição do uso de produtos cúpricos.

Os resultados comprovam a eficiência produtiva de figos verdes em cultivo orgânico, para regiões com inverno ameno e os ganhos produtivos com a adoção do sistema desponte. A recomendação é para que as plantas sejam conduzidas com doze ramos produtivos e que se realizem três despontes ao longo do ciclo vegetativo.

CI Orgânicos – Paula Guatimosim
Acessado em: 22/11/2012

Fonte: Unioeste

CAMPAGNOLO, M.A. Sistema desponte e número de ramos na produção de figos verdes ‘ roxo de valinhos’ no cultivo orgânico em condições subtropicais. UEOESTE. Cascavel, 200O.

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.