Produtor de Orgânicos

Controle biológico de insetos-praga na soja orgânica do distrito federal

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 27 de maio de 2013.
insecto
foto: Divulgação

 

O estudo avaliou o comportamento das populações de insetos-praga e da eficiência de métodos de controle biológico em cultivo orgânico de soja no Distrito Federal, visando ao desenvolvimento de métodos de manejo de pragas dentro de normas estabelecidas por órgãos certificadores. Foram aplicados dois tipos de bioinseticidas para conter a explosão populacional da lagarta-da-soja, e evitar danos econômicos à cultura. Ambos controlaram satisfatoriamente a praga, provocando taxas de mortalidade de 86% e 76%, respectivamente. Os percevejos, pragas mais importantes da fase reprodutiva da soja, foram controlados através da liberação preventiva da vespinha parasita de ovos e sua população esteve abaixo da média de 0,5 percevejos por pano de batida até o final do ciclo da soja, não exigindo outras medidas de controle. A análise econômica demonstrou que os métodos de controle propostos apresentaram custos compatíveis com o custo total da cultura e de sua rentabilidade.

CI Orgânicos – Paula Guatimosin
Acessado em: 17/05/2013

Conteúdo completo disponível em:

http://bdpa.cnptia. embrapa.br

SUJII, E.R.; PIRES, C.S.S.; SCHMIDT, F.G.V.; ARMANDO, M.S.; BORGES, M.M.; CARNEIRO, R.G.; VALLE, J.C.V. Controle biológico de insetos-praga na soja orgânica do distrito federal. Cadernos de Ciência & Tecnologia, Brasília, 2002.

 

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.