Produtor de Orgânicos

Cartilha sobre a rastreabilidade dos vegetais frescos

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 8 de fevereiro de 2019.
Foto: Sylvia Wachsner

A continuação apresentamos a cartilha sobre a rastreabilidade, desenvolvida  pelo Sebrae do Rio Grande do Sul em parceria com a Emater e a Fetag e que foi validada, nesse estado, com um grupo de trabalho do alimento seguro.

A rastreabilidade deve ser seguida por todos os elos da cadeia produtiva de produtos vegetais frescos, desde a origem até o consumo. As etapas de produção primária, armazenagem, consolidação de lotes, embalagem, transporte, distribuição, fornecimento, comercialização, exportação e importação também devem realizar sua rastreabilidade.

A proposta é de um material extremamente simples para tirar duvidas, principalmente, do produtor rural com menos acesso as informações.

fonte: Sebrae

CARTILHA – Rastreabilidade

Tags: , , .

Compartilhe:

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.