Produtor de Orgânicos

Análise técnico-econômica soja orgânica versus convencional, PR

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 6 de fevereiro de 2013.

 

O estudo analisou, comparativamente, o desempenho técnico e econômico dos métodos de produção orgânicos versus convencional da soja em estabelecimentos agrícolas familiares da região de Londrina, norte do Estado do Paraná. As propriedades analisadas ainda encontravam-se em estágio de conversão do sistema convencional para o orgânico, sendo acompanhadas pelo Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR), por meio do Projeto Redes de Referência para a Agricultura Familiar Orgânica, IAPAR/CNPq. Para realizar a análise, foram construídas as matrizes tecnológicas dos agricultores analisados de acordo com a metodologia de Custos Operacionais e Rentabilidade do Instituto de Economia Agrícola (IEA). A partir das matrizes, foram estabelecidos indicadores de eficiências técnica e econômica para ambos os sistemas.

De modo geral, comprovou-se a eficiência técnica e econômica dos métodos orgânicos de produção, muito embora o preço do produto obtido em mercados diferenciados seja o principal componente que viabiliza a produção orgânica. Os sistemas orgânicos apresentaram uma produtividade menor do que a obtida no sistema convencional, mas o diferencial de preço 53% superior alcançado pela soja orgânica permitiu aos produtores orgânicos uma rentabilidade superior à obtida no sistema convencional.

CI  Orgânicos – Paula Guatimosim
Acessado em: 05/01/2013

Conteúdo completo disponível em:
http://www.bokashi.com.br/exper/Soja%20Org%C3%A2nica%20x%20Convencional.pdf

BOKASHI. Análise técnico-econômica do cultivo da soja orgânica versus convencional na região de Londrina, PR. KORIN. Campinas.

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.