Consumidor de Orgânicos

A evolução da agricultura orgânica

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 13 de agosto de 2013.
Imagem: Reprodução / Internet

O expressivo crescimento da produção orgânica nos últimos anos, principalmente na Europa, vem movimentando bilhões de dólares anualmente. Os maiores consumidores são Alemanha, Holanda, Suíça, França, Inglaterra, Estados Unidos e Japão. Atualmente, os países que consideram esse tipo de atividade uma estratégia sustentável, passaram a investir economicamente no setor, estabelecendo normas de plantio e certificação dos produtos. No Brasil, o cultivo orgânico, em bases tecnológicas, teve início, em pequena escala, no final da década de 1970. No entanto, após a criação do Instituto Biodinâmico de Desenvolvimento Rural (IBD), em 1990, a atividade começou a expandir. O mercado brasileiro está em crescente ascensão, sendo os maiores centros consumidores o Sudeste do País, seguindo uma tendência natural de expansão, nos últimos anos, por todo o território brasileiro. Hoje, a agricultura orgânica fornece produtos de consumo direto, tendo como principais: os laticínios, as conservas e os hortigranjeiros frescos. No entanto, a falta de conhecimento de sistemas mais adequados de gestão à cadeia produtiva acarreta defasagem em relação a países mais desenvolvidos. Para superar essas dificuldades, o Estado tem um papel fundamental no estabelecimento de políticas públicas específicas para o setor.

CI Orgânicos – Paula Guatimosin
Acessado em: 29/07/2013

 

Conteúdo completo disponível em:
http://gvaa.com.br/revista/index.php/RBGA/article/viewFile/1864/1370

SANTOS, J.O.; SANTOS, R.M.S.; BORGES, M.G.B.; FERREIRA, R.T.F.V.; SALGADO, A.B. A evolução da agricultura orgânica . GVAA, Pombal, 2012.

Tags: , .

Compartilhe:

Deixe o seu Comentário: