Consumidor de Orgânicos

Produtores expõem novidades do setor no Green Rio

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 9 de maio de 2014.
Funcionária da Ecobras, participante do OrganicsNet, da SNA, faz degustação de produtos orgânicos
Funcionária da Ecobras, participante do OrganicsNet, da SNA, faz degustação de produtos orgânicos

Novidades no setor de orgânicos puderam ser vistas e até degustadas durante o Green Rio, que terminou nesta quinta-feira, 8 de maio, no Rio de Janeiro. Pães, geleias, chás, cafés, biscoitos e hambúrgueres, entre uma enorme variedade de produtos orgânicos, foram expostos aos visitantes, que também tiveram a oportunidade de conhecer mais sobre o segmento em palestras com temas como “Mudanças climáticas, água e agricultura”, “Cosméticos de base florestal da Amazônia” e “Gestão sustentável de alimentos”.

Palestrante do evento, a coordenadora do Centro de Inteligência em Orgânicos, da SNA, Sylvia Wachsner, apresentou o tema “Orgânicos: da produção ao consumidor”. Ela afirmou que as dificuldades no caminho dos produtores orgânicos existem independentemente do porte de seus negócios.

“Os problemas que o grande produtor enfrenta são os mesmos dos pequenos agricultores. As embalagens são caras, podem até pesar um pouco menos no bolso dos grandes produtores, por conta de maior encomenda, mas todos pagam impostos, pedágio, transporte, refrigeração, e tudo isso acaba encarecendo o produto, principalmente no setor de orgânicos. Até mesmo o clima, quando está ruim para um, também está para o outro. Chegou a hora de as duas partes se associarem, para unir forças”, disse a coordenadora.

geleias, Coopernatural

Para Ricardo Fritsch, sócio da Coopernatural, uma das cooperativas que levaram suas marcas à mostra, o agricultor deixou de ser produtor de matéria-prima para fazer produto de alta qualidade.

“O agricultor busca produzir aquilo que chame a atenção e que traga inovação ao consumidor. O produto que ele oferece sempre entra em supermercados grandes. Boa parte destes produtores enxerga o orgânico como oportunidade para gerar sustentabilidade na própria agricultura”, pontuou.

NÚMEROS CRESCEM

Segundo Alvaro Werneck, gerente de projetos do Planeta Orgânico, organizador da feira, em 2014 a expectativa é que o número de visitantes cresça 30% em relação ao ano passado.

“Este ano criamos no galpão a rodada de negócios, temos novos distribuidores e expositores de outros estados, como Amazônia e Mato Grosso.”, comemorou.

Nesta nova edição, Werneck conta que houve um incremento de 30% na quantidade de expositores, grupo que inclui participantes do projeto OrganicsNet, uma plataforma online criada pela SNA, com o apoio do Sebrae, para promover a cadeia dos orgânicos no Brasil. Este anos estiveram presentes Amora Verde, Ganesha Orgânicos, Fazenda Iranita, Coopernatural e Engenho Novo.

NOVIDADES DE CADA EXPOSITOR ORGANICSNET

Ganesha

Ganesha Orgânicos 

Carlos Gonçalves Lemgruber, sócio

“Entre as novidades da empresa, açúcar de pimenta e geleias de pimenta. A nossa principal ideia é surpreender no mundo dos orgânicos, por isso, decidimos disponibilizar para os visitantes desta edição um brigadeiro com açúcar de pimenta e flores. Não estamos fazendo venda, os produtos estão exclusivamente para a mostra. Acho importante ressaltar a importância de ser ecológico, antes de ser orgânico.”

Fazenda Iranita

Suhail Majzoub, sócio

“Apresentamos o café em grão moído na hora, na máquina de café expresso. O café moído na hora faz com que o sabor fique mais encorpado e consistente. O café é vendido também em versão em pó pelo nosso e-mail e telefone, e vem em embalagem especial à vácuo, que permite validade de até um ano. É possível sentir o cheiro do café através da embalagem, por fora.”

Ecobrasm, Delisoy

Ecobras

Ismael Savino, diretor comercial

“Acho interessante falar dos hamburgueres de tofu e soja, dos quais somos pioneiros em fabricação. O tofu defumado também merece destaque, pois possui a mesma proteína da carne vermelha e, assim, serve como alternativa para vegetarianos e veganos. Não é necessário fritá-lo, basta esquentar. Apresentamos ainda uma sobremesa saudável de cacau orgânico à base de leite de soja com açúcar orgânico e um shoyo japonês importado que leva 18 meses para ficar pronto, pois fica fermentando em barril de cedro, como um vinho. Somos os únicos representantes deste produto no Brasil.”

Amora Verde

Verônica Oliveira, diretora-executiva

“Posso destacar os sucos cem por cento integrais e cem por cento feitos de fruta, sem conservantes e açúcares. A maioria dos produtos vem do Rio Grande do Sul. O que as pessoas sempre buscam são novidades sem açúcar. Até mesmo as geleias que vendemos são sem açúcar. Para os que preferem produtos saudáveis com açúcar, temos uma linha feita com açúcar cristal.”

Engenho Novo

Euler Dantas, sócio

“Entre os produtos que destacamos, estão os biscoitos de cúrcuma, de ervas finas, pães de linhaças douradas, de milho e broa integral. Todos são produzidos com cereais como trigo, aveia, centeio, milho e cevada. O grande aumento na demanda pelos produtos orgânicos também se deve aos novos produtos mais saborosos que chegaram ao mercado, além da questão da saúde. Uma das nossas próximas apostas é a linha de bolos à base de cereais.”

 

Coopernatural

Coopernatural 

Ricardo Fritsch, sócio

“O suco cem por cento natural é o que mais tem saída no mercado. Estamos fazendo novos produtos e investindo cerca de R$300 mil em uma linha ainda inédita no mercado. A ideia é que seja lançada ainda em 2014, para que esteja firme no mercado em 2015.”

Por Equipe SNA/RJ

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.