Produtor de Orgânicos

Adubação sistema de plantio direto, milho

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 2 de janeiro de 2013.
foto: CI Orgânicos

O trabalho avaliou e comparou a população de plantas daninhas, os teores foliares de nutrientes e a produção de milho nos sistemas de plantio direto convencional e orgânico. Os resultados permitiram concluir que a diferença no estabelecimento das populações de plantas daninhas entre os dois sistemas está relacionada ao método de controle das plantas daninhas (químico ou mecânico), e não à fonte da adubação (orgânica ou mineral). O uso do controle mecânico (roçada) no sistema de plantio direto orgânico favorece as plantas daninhas que se propagam vegetativamente. Após três anos de implantação do sistema de plantio direto orgânico verificou-se acentuada queda de produção do milho, principalmente devido à competição das plantas daninhas e, possivelmente, pela deficiência nutricional de nitrogênio. Concluiu-se que a acentuada queda de produtividade do milho em sistema de plantio direto orgânico se deve, principalmente, à competição do milho com as plantas daninhas. Verificou-se, ainda que a utilização de termofosfato na adubação de plantio no sistema de plantio direto orgânico não contribuiu para o aumento dos teores de fósforo na planta.

CI Orgânicos – Paula Guatimosim
Acessado em: 03/12/2012

Plantio-direto-milho

Conteúdo completo disponível em:
http://www.tede.ufv.br/tedesimplificado/tde_arquivos/17/TDE-2008-07-21T124552Z-1253/Publico/texto%20completo.pdf

FONTANETTI, A. Adubação e dinâmica de plantas daninhas em sistema de plantio direto orgânico de milho. UFV. Viçosa, 2008.

Tags: , , , .

Compartilhe:

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.