Produtor

RS: Soluções sustentáveis otimizam utilização da água

RuimRegularBomÓtimoExcelente
Rio, 27 de março de 2018.
Foto: Sylvia Wachsner

O Rio Grande do Sul está realizando ações para que as famílias que vivem da agricultura familiar tenham uma melhor qualidade de vida e uma melhora na produção própria de alimentos. Atualmente, 211 famílias são atendidas pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do estado (Emater-RS).

De acordo com o Presidente da Emater-RS, Clair Kuhn, ações estão sendo realizadas para que a água, essencial para a produção agrícola, seja repassada a essas famílias com a melhor qualidade possível. Segundo o presidente, cerca de 40% do PIB do Rio Grande do Sul é resultado da agropecuária local. Clair afirma que muitos alimentos que são encontrados no prato dos gaúchos, só estão ali graças a essa qualidade – tanto do solo para plantio, quanto da água utilizada.

“72% dos alimentos que chegam na mesa dos grandes centros das aglomerações urbanas, que não têm condição de produzir alimentos, vem da pequena propriedade, da agricultura familiar”, conta Clair. “Se você for a um supermercado, a um restaurante, quando você chega lá, ali no alimento do dia a dia, tem claramente a vida de uma família do interior do estado, da pequena propriedade rural, dedicada a produzir um alimento de quantidade e de qualidade”, completa.

Ainda de acordo com o presidente, existem práticas de sucesso na região que visam uma melhor utilização da água para evitar desperdícios. Em Lajeado, por exemplo, existe um trabalho que atinge 23 famílias do cenário rural. Cisternas foram instaladas nas moradias destes pequenos produtores para aumentar a reutilização da água e unir qualidade e sustentabilidade. De acordo com a Extensionista Rural do projeto, Andrea Binztonin, essa ação também melhora a qualidade de vida dos moradores.

“E isso não é só para irrigação, também serve para outras finalidades. Ao invés de usar uma água de qualidade subterrânea, que vem pela rede de abastecimento, podemos aproveitar uma água da chuva para poder lavar instalações. É muito interessante. Não usamos só a água nobre que vem de poços artesianos para consumo humano. E usamos alternativas de água para essas finalidades de irrigação, lavagem de instalações”.

Discussão internacional

Na última semana, o Brasil discutiu a temática dos recursos hídricos no Fórum Mundial da Água, em Brasília. O evento tinha como objetivo discutir novas práticas para que a utilização da água ocorra de maneira sustentável.

Pela primeira vez, em sua oitava edição, o Fórum teve um país do hemisfério Sul como anfitrião. O evento foi organizado pelo Conselho Mundial da Água.

Fonte: Portal Seguros

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.