Produtor de Orgânicos

Sementes orgânicas: oportunidades e desafios

RuimRegularBomÓtimoExcelente (Dê sua opinião sobre essa matéria)
Rio, 18 de novembro de 2017.

Diante da expansão do setor de orgânicos no Brasil e do crescimento da demanda, por parte do consumidor, por alimentos mais saudáveis, o segmento de sementes orgânicas certificadas começa a atrair o interesse de investidores e empreendedores, com a promessa de potencializar o mercado. “Temos observado o interesse de empresas produtoras de sementes de países europeus em iniciar a produção e a comercialização no Brasil”, informa Luiz Carlos Demattê Filho, coordenador geral do Centro de Pesquisas da Fundação Mokiti Okada.

Especialistas afirmam que produzir sementes orgânicas no país pode ser um bom negócio. “Acreditamos muito no potencial desse mercado”, afirma Demattê Filho. Porém, ele observa que ainda há muitos desafios até que seja estruturado um ambiente onde os produtores possam encontrar, com relativa facilidade, as sementes orgânicas.

“Em primeiro lugar, é preciso dispor de mais incentivos à pesquisa e ao desenvolvimento de materiais adequados às proposições da agricultura orgânica. Também precisamos estabelecer um marco regulatório mais favorável às iniciativas neste campo, e nisso há sempre a necessidade de um trabalho mais colaborativo entre o setor público, a sociedade e as iniciativas privadas”, salienta o coordenador.

Ao chamar a atenção para a importância da regulamentação do ambiente de produção e comercialização, Demattê Filho ressalta que “a falta de regras mais claras inibe, de maneira óbvia, as ações potencialmente favoráveis”.

Deixe o seu Comentário:

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.