Organics Brasil

Por que o mercado de orgânicos ainda não deslanchou no Brasil?

Por que o mercado de orgânicos ainda não deslanchou no Brasil?

Não há estatísticas oficiais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) sobre o volume de orgânicos produzidos e comercializados no país. Só estão disponíveis estimativas elaboradas com base em dados de associações de supermercados e de produtores, que não conseguem abranger todo o mercado.

Produtos orgânicos ganham a mesa do brasileiro

Produtos orgânicos ganham a mesa do brasileiro

Se as previsões se confirmarem, o mercado brasileiro de produtos orgânicos deve movimentar R$ 2,5 bilhões em 2014. É um crescimento de 25% em relação a 2013 e que deve se manter nos próximos anos, atingindo a cifra de R$ 10 bilhões até 2020.

Supermercado já representa 70% das vendas de orgânicos

Supermercado já representa 70% das vendas de orgânicos

Para este ano, o GPA espera que os produtos orgânicos tenham alta de 40%, mas a executiva ressalta que, por vezes, a rede os vende sem margem lucro. “Temos vários produtos orgânicos que têm o mesmo preço dos produtos convencionais. Outros, chegamos a vender sem margem alguma, tudo para que não faltem os itens ao consumidor”, disse representante do grupo.

Venda de orgânicos cresce 20% ao ano

Venda de orgânicos cresce 20% ao ano

O que está por trás do crescimento de dois dígitos na venda dos orgânicos é uma nova atitude dos consumidores. “Eles estão mais interessados em adquirir produtos saudáveis, sem agrotóxicos e químicos, e que, ao serem produzidos, afetem menos o meio ambiente”, diz Sylvia. O crescimento da renda dos brasileiros influenciou, mas isso se refletiu também no setor de alimentos industrializados e não orgânicos.

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.