Opinião

O verdadeiro impacto dos orgânicos no meio ambiente

O verdadeiro impacto dos orgânicos no meio ambiente

O Instituto Rodale, que tem décadas de experiência na execução de seus próprios campos de teste, não encontrou diferença significativa na produção de grãos convencionais e orgânicos, como o trigo. Ele também descobriu que o rendimento da batata orgânica e convencional é praticamente o mesmo.

A agricultura orgânica ameaçada pela indústria do “orgânico”

A agricultura orgânica ameaçada pela indústria do “orgânico”

Esforço virtuoso em prol do emprego, do uso dos recursos e da saúde pública, a agricultura orgânica progride rapidamente na França. A tal ponto que a indústria agroalimentar e os grandes supermercados pretendem se apossar do negócio, com o risco de apagar seus fundamentos por meio da pressão pela redução das exigências de qualidade.

Para representante do movimento Slow Food no Brasil, a certificação atrapalha produtores de orgânicos

Para representante do movimento Slow Food no Brasil, a certificação atrapalha produtores de orgânicos

Por que os agricultores orgânicos devem pagar uma taxa anual para colocar um selo que certifica sua produção como livre de veneno enquanto o produtor que usa agroquímicos não tem obrigação alguma? Essa é uma das perguntas do agricultor familiar Antonio Augusto Santos, um dos representantes do movimento Slow Food no Brasil, que defende o direito das pessoas de sentir prazer na alimentação, utilizando produtos artesanais de qualidade que são produzidos respeitando o meio ambiente, os agricultores e consumidores.

Comissão da Câmara aprova projeto de lei que restringe comercialização de orgânicos

Comissão da Câmara aprova projeto de lei que restringe comercialização de orgânicos

“O PL obriga os produtores que não optarem pelas certificações tradicionais a adotar mecanismos de rastreabilidade, geralmente caros e inviáveis para pequenos produtores. Com a medida, ou o produto vai ficar mais caro ou o produtor não poderá mais fazer a comercialização, diminuindo a oferta de alimentos mais saudáveis e sustentáveis no país”, indica Arnoldo de Campos.

Especialistas divergem sobre os “benefícios” dos alimentos transgênicos

Especialistas divergem sobre os “benefícios” dos alimentos transgênicos

Segundo o engenheiro agrônomo e ex-coordenador de Agroecologia (Coagre) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Rogério Pereira Dias, não há um consenso científico em relação aos riscos do consumo dos transgênicos. Ele prega o princípio da precaução. “Não acho que a sociedade deva ser cobaia num processo em que fica claro que o uso dessa tecnologia tem como objetivo principal o lucro para algumas empresas que passaram a poder ‘patentear’ as suas sementes e criar reservas de mercado ao associarem as sementes aos agrotóxicos produzidos por elas mesmas”, afirma.

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.