pesquisar

palavra-chave:

categoria:

Cereais e grãos

Voltar

Soja orgânica

soja2Os interessados em produzir soja ou qualquer outro produto orgânico devem procurar orientação inicialmente numa instituição de certificação orgânica. Pesquise e conheça como funciona o sistema de produção antes de iniciar o processo de conversão, que leva em média dois anos.

A certificação orgânica é baseada em fatores econômicos, ambientais e sociais, de acordo com parâmetros regionalizados. As empresas certificadoras exigem que os produtores cumpram a legislação trabalhista e ofereçam condições dignas de trabalho. Também são considerados o relacionamento com empregados, a preservação do ambiente e o retorno financeiro na comercialização de produtos.

Nos sistemas de base ecológica pode ser usada qualquer cultivar de soja, desde que não seja transgênica. Na escolha da cultivar deve-se levar em conta o objetivo da produção e as condições da propriedade para essa produção, observando o ciclo da cultivar, a cor do hilo e a reação a doenças. Cultivares de ciclo precoce são indicadas para facilitar o manejo da ferrugem asiática e dos percevejos. A cor do hilo é importante no caso de produção voltada para alimentação humana, nesse caso deve-se preferir cultivares que possuam hilo claro (amarelo ou marrom-claro). Não se tem notícia de materiais crioulos de soja, mas há cultivares comerciais com resistência a algumas doenças e essas devem ser preferidas. A Embrapa Soja desenvolveu cultivares especiais para alimentação humana. Elas possuem o hilo claro e o sabor suave.

Certificação por Auditoria A concessão do selo SisOrg é feita por uma certificadora pública ou privada credenciada no Ministério da Agricultura. O organismo de avaliação da conformidade obedece a procedimentos e critérios reconhecidos internacionalmente, além dos requisitos técnicos estabelecidos pela legislação brasileira.

OPAC: Sistema Participativo de Garantia – Caracteriza-se pela responsabilidade coletiva dos membros do sistema, que podem ser produtores, consumidores, técnicos e demais interessados. Para estar legal, um SPG tem que possuir um Organismo Participativo de Avaliação da Conformidade (Opac) legalmente constituído, que responderá pela emissão do SisOrg.

Veja as certificadoras cadastradas no Ministério da Agricultura:

http://ciorganicos.com.br/biblioteca/certificadoras-por-auditoria-cadastradas-oac/

http://ciorganicos.com.br/biblioteca/certificadoras-participativas-cadastradas-opac/

Cultivares de soja orgânica, para fins de adubação verde e produção de grãos

fonte: Embrapa Soja e CI Orgânicos

Deixe o seu Comentário:

Boletim CI Orgânicos

 

Cadastre seu nome e email, para receber nosso boletim mensal por email.

 

Assine o boletim CI Orgânicos

 

outras seções